As perguntas mais comuns feitas na imigração de aeroportos

Dicas/ Curiosidades
Seguro Viagem plus - desktop
Dicas/ Curiosidades

3 min de leitura

Por: Confidence Câmbio • 11/06/2021

Se, como a maioria das pessoas, você não tem nada a esconder, passar pela alfândega pode parecer um processo demorado, com uma enxurrada de perguntas desnecessárias. No entanto, saber quais questões esperar e ter informações úteis em mãos para respondê-las pode realmente acelerar o processo. ;)

Reunimos algumas das perguntas mais comuns feitas na área de imigração dos aeroportos para que você esteja totalmente preparado para seu próximo voo internacional.

Tenha em mente que…

Frequentemente, os funcionários da imigração estarão mais interessados na maneira como você responde às perguntas do que na resposta em si. Então, contanto que você esteja sendo sincero, não há nada com que se preocupar! Aqui, também vale um alerta: independentemente da situação, é sempre melhor responder às perguntas com 100% de honestidade, mesmo que sua realidade seja complicada de explicar. Uma mentirinha sequer pode se transformar em mais questionamentos e aborrecimentos. Se o idioma for um problema para você, não se preocupe, ok? Os agentes da imigração já estão mais do que acostumados com as mimicas. 😉

1. Está vindo de onde?

Uma das perguntas mais comuns. Você deve responder a cidade e o país em que você mora. Por exemplo: São Paulo, Brasil.

2. Onde você irá se hospedar?

O funcionário da imigração vai querer que você seja específico, ok? Então, certifique-se de saber o endereço da sua hospedagem. Se ainda não decidiu onde vai ficar, vale a pena estudar possibilidades antes de embarcar e anotar a localização de um possível hotel ou hostel para poder informar. Nada de chegar sem rumo!

E cuidado, se o agente da imigração perceber que você está tentando mentir, ele pode até pedir para ver as suas reservas.

3. Qual é o propósito da sua visita?

Embora isso possa ser respondido com um simples “lazer” ou “negócios”, quanto mais específico você for, menos perguntas adicionais serão feitas. Por isso, prefira dar detalhes: “Estou viajando para explorar a cidade em poucos dias” ou “Estou aqui para uma reunião de negócios na terça-feira”.

4. Quanto tempo você vai ficar?

Esta é, certamente, uma das perguntas mais comuns. Você não precisa ser exato no número de dias – uma resposta como “três semanas” deve bastar. Porém, se a duração da sua estadia não estiver em conformidade com as regras do seu visto e as políticas de imigração do país, você pode ter de se justificar.

5. Qual é sua profissão?

Isso pode ser usado para dar uma noção de sua renda e para ver se ela se encaixa em sua resposta à quantidade de dinheiro que você está levando em sua viagem. Mais uma vez, o interesse está na maneira como você responde à pergunta, e não na resposta propriamente dita. Seja rápido e direto, sem hesitação. Se possível, apresente uma prova de sua ocupação.

6. Quanto dinheiro você tem?

Essa pergunta pode ser feita em dois sentidos diferentes. O primeiro tem a ver com quanto dinheiro físico você está carregando ao entrar no país. Apesar de parecer invasiva, essa é uma pergunta bastante comum, já que cada destino tem suas próprias regras sobre a quantidade máxima de cash você pode levar sem ter de declará-la.

O agente da imigração também pode estar te perguntando sobre quanto dinheiro você tem em sua conta bancária no seu país de residência. Sim: ele pode querer saber se você terá recursos suficientes para financiar sua viagem e para deixar o país quando for necessário. Ah, e prepare-se, viu? É possível que peçam seu extrato bancário.

7. Você tem seguro viagem?

É uma exigência bastante comum em diversos países. Você precisa ter um seguro viagem com uma boa cobertura. Poe exemplo, alguns países da Europa fazem parte do Tratado de Schengen, em que a cobertura mínima do seu seguro viagem deve ser de 30 mil euros.

Mas não deixe que esse detalhe acabe com a sua empolgação, ok? A Travelex Confidence te dá uma mãozinha com o Seguro Viagem Plus: um pacote completo para quem vai embarcar para outro país e quer garantir proteção, seja para você, enquanto viaja, ou na sua ausência, aqui no Brasil. Conte com um seguro para acidentes pessoais, cobertura em caso de roubo, quebra de celular ou qualquer outro incidente. O plano também prevê assistência para pets e para sua casa. Show, né?

Fique de olho por aqui e em nossas redes sociais para saber das novidades que estão saindo do forno!

Conheça nossos produtos e serviços:

Cartão pré-pago internacional

Com ele você fica livre da anuidade e das variações do câmbio. Recarregue e consulte o saldo ou extrato pelo Aplicativo.

Moedas em Espécie

Compre ou venda dólar, euro, libra, pesos e outras moedas estrangeiras. Retire em qualquer loja ou receba em casa quando o serviço estiver disponível.

Transferências Internacionais

Envie ou receba dinheiro do exterior com segurança. Somos registrados no Banco Central, o que garante a confiabilidade das nossas operações.

Seguro Viagem Internacional

Item obrigatório para quem vai para Europa. Faça uma simulação e compre em 6x no cartão. Temos planos para todos os continentes.

Chip Internacional de Celular

Saia do Brasil com pacote de dados e chamadas de voz. Chip internacional para Estados Unidos, Europa e mais.

MoneyGram

Envie e receba dinheiro do exterior em até 10 minutos e você nem precisa ter conta bancária.

Cheques Internacionais

Troque seus cheques internacionais em dólar, euro e outras moedas por reais.

| MAPA DO SITE | confidence cambio © - todos os direitos reservados - CNPJ: 04.913.129/0001-41 - CONFIDENCE CORRETORA DE CAMBIO S/A - Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 105, 5º andar, Edifício Berrini One CEP: 04571-010 • São Paulo • SP • Brasil